Misterios de Deus

29/06/2010 15:47

 

conecto–me com o que  existe além de mim. Enfim, apesar dos mistérios que fazem ridículo um ser tão pequeno quanto eu, sigo meu caminho rindo, às vezes de mim mesmo, mas quase sempre com uma alegria que me foi graciosa­mente outorgada pelo Misterioso.

Não bastasse o senso de ridículo diante da vida, também a vida se pa­rece ridícula em alguns momentos para mim. Na verdade, para ser mais honesto (mais impossível), até mesmo Deus às vezes parece ridículo. Mas não se preocupe comigo. Deve se preocupar é com você, caso acredite que compreende plenamente Deus e o que Deus faz. Das duas uma: ou o seu Deus é pequeno demais, ou você está se superestimando. Quem sabe, as duas coisas. Somente quem já foi tomado pela sensação de que Deus de­morou, omitiu–se, desistiu, desapareceu é capaz de solidarizar–se com os que dão risada da vida. Posso lhe garantir que, se eu fosse Deus, teria feito e deixado de fazer muita coisa neste mundo. A sua sorte (e a minha) é que não sou Deus, pois, se eu o fosse, o mundo seria insuportável. Sei que, lá no fundo, você também pensa assim. Pensa em dar uma mãozinha para Deus, acreditando que se sairia melhor do que ele em muitas situações. Quando isso acontecer de novo, procure um cantinho e sente para dar risada. Ria de você, não de Deus, pois, como disse Mark Twain: "ninguém tem mais saúde do que aquele que é capaz de rir de si mesmo". Por isso é que Deus de vez em quando "morre" de rir. Que pena que os pessimistas que consideraram a vida uma piada riram sozinhos, melancólicos e iróni­cos. Que pena que não aprenderam a rir com Deus.

Desde que ecoou a Voz me chamando ao arrependimento e à fé, con–vidando–me para o Reino de Deus que está próximo, possível, acessível, vivo essa utopia de Jesus de Nazaré. Sei que este reino de justiça, de paz e de alegria, que é a comunhão do Espírito, é também a mesa da comu­nhão, em que me encontro com meus irmãos.

Conviver é a única causa à qual posso servir, ser útil – construir, o único ambiente onde posso vir a ser – crescer, no meu encontro com o Eterno –transcender.

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode